Meio Ambiente e Construção

Notícia de 24/8/2015

 

A incineração do lixo é um processo em que todos os resíduos de determinado local (como um lixão) são queimados, seja em fornos, usinas ou ao ar livre. Esta técnica visa reduzir o grande volume de lixo com mais rapidez, mas pode não ser a estratégia mais adequada para solucionar os problemas do lixo no meio ambiente.

Confira, a seguir, quais são as vantagens e desvantagens da incineração do lixo:

 

Vantagens da incineração do lixo

• A incineração do lixo pode reduzir em até 90% a quantidade de resíduos em um lixão ou aterro sanitário. Assim, esses locais ganham em área operacional;

• Este processo evita que grande parte dos resíduos seja descartada intencionalmente ou acidentalmente em áreas verdes, galerias pluviais e em mananciais;

• Ao incinerar o lixo, todas as substâncias consideradas de risco (como lixo hospitalar) são eliminadas. Assim, o risco de contaminação é reduzido consideravelmente;

• Por meio da incineração do lixo, é possível obter energia calorífica que, por sua vez, pode ser convertida em energia elétrica.

 

Desvantagens da incineração do lixo

• Para que a incineração seja feita com segurança e eficiência, é preciso investir tempo e recursos no treinamento de profissionais;

• O processo de incineração libera gases e substâncias tóxicas que podem causar poluição atmosférica e gerar graves impactos ambientais;

Para evitar que grandes quantidades de substâncias tóxicas sejam liberadas no meio ambiente, o lixo deve passar por tratamento específico antes da incineração — o que demanda maior investimento;

• Os equipamentos utilizados na incineração do lixo sofrem muito desgaste devido aos produtos químicos utilizados e substâncias liberadas durante o trabalho. Por isso, é preciso contar com um planejamento de revisões preventivas e corretivas, o que exige um investimento considerável. 

 

Fonte: Fragmac

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *